Matéria da edição Nº128 - Outubro/2001
Texto: Pedro Luiz Scopino
Técnico
Ignição Mapeada Estática - linha Fiat SPI
Dando seqüência as matérias sobre ignição mapeada estática, vamos conhecer o sistema utilizado em alguns veículos Fiat a partir de 1993.

Distribuidor

Dando seqüência as matérias sobre ignição mapeada estática, vamos conhecer
o sistema utilizado em alguns veículos Fiat a partir de 1993.

O sistema de ignição está em constante evolução, assim como a injeção eletrônica, e estas novas tecnologias aplicadas neste sistema provocam um novo procedimento para diagnóstico por parte do reparador automotivo.
A ignição mapeada estática (sem distribuidor) está presente em vários veículos nacionais e importados, porém, para direcionar o estudo, estaremos abordando o sistema aplicado na linha Fiat com sistema de injeção eletrônica SPI G6/G7, que equipa os veículos Uno/Prêmio/Duna/Elba/Fiorino/Mille fabricados no período entre 93 e 97.
O sistema de ignição/injeção em questão é mapeado pela ECU (Módulo), que possui os dados para funcionamento da injeção eletrônica (TI - Tempo de Injeção) e para as duas bobinas (avanço de ignição e ângulo de permanência), utilizando os sinais fornecidos pelos seguintes sensores: • Rotação do motor; • Temperatura de Água; • Temperatura do Ar; • MAP - Pressão Absoluta no Coletor de Ar; • Sonda Lambda - oxigênio nos gases de escapamento; • Posição de Borboleta; • Detonação - presente no Mille EP;
O sistema de ignição mapeado estático possui algumas vantagens em relação ao sistema convencional com distribuidor, como por exemplo: para o funcionamento do motor - menor quantidade de componentes e maior precisão do mapeamento - devido a quantidade de sinais do sensor de rotação por giro do motor - e, para o reparador automotivo - facilidade de não necessitar a regulagem do ponto de ignição.
Funcionamento - Este sistema de ignição trabalha em série e os dois enrolamentos de cada uma das duas bobinas não estão ligados entre si, isto significa que o enrolamento primário, que possui poucas voltas e resistência elétrica de 0,55 Ohms, transmite por indução a alta tensão requerida pelas velas ao enrolamento secundário, que possui muitas voltas e resistência de cerca de 7,40 KOhms, e este por sua vez transmite a alta tensão para os componentes do sistema.
Assim, o sistema de ignição mapeada estática trabalha com as centelhas das velas ligadas em série de forma invertida, ou seja, em uma das velas a centelha sai do eletrôdo central ao lateral e a outra sai do lateral ao central (veja ilustração).
Como o sistema está ligado em série, o funcionamento deve ser entre cilindros gêmeos. No caso do sistema Fiat SPI, a bobina que está fixada na tampa de válvulas do motor mais próxima às correias alimenta os cilindros gêmeos 2 e 3, e a outra bobina, que está mais próxima ao câmbio, alimenta os cilindros gêmeos 1 e 4.
O cabeçote do motor, que liga uma vela a outra, serve apenas como um condutor elétrico, considerando que os enrolamentos primário e secundário não estão ligados entre si.
A centelha que sai por uma das torres da bobina e volta pela outra, passando pelos dois cilindros gêmeos, completa a sua função, pois a centelha nos cilindros ocorre em fases diferentes do motor; onde um dos cilindros está na fase de compressão, e portanto necessita da centelha, e o outro cilindro na fase de escapamento, e a centelha é perdida apenas para completar o funcionamento do sistema.
Portanto a ECU não identifica se o avanço de ignição e o ângulo de permanência são para um ou outro cilindro; o mapeamento é feito sempre para os cilindros gêmeos 1 e 4 (bobina 1) ou 2 e 3 (bobina 2).

Esta matéria foi elaborada por Pedro Luiz Scopino, proprietário da Auto Mecânica Scopino e Scopino Treinamentos e, ainda, instrutor parceiro da Tecnomotor. Informações sobre cursos: (11) 3857-2685, com Thiago. 

Veja também
Técnica
PROCEDIMENTO LEGAL PARA A SUBSTITUIÇÃO DE MOTORES

Veja no Caderninho Sabó deste mês
Dica Fiat
Montagem do conversor de torque do Câmbio Automático Marea 2.4 - 20V
Bicombustível
A polêmica da vez

Como testar? - parte final

Procedimento de montagem dos retentores com caçadeira plástica