Matéria da edição Nº146 - Abril/2003
Texto: Cesvi Brasil
Foto: Alexandre Martins Xavier
Literatura técnica na oficina
Manuais de reparação, vídeos de treinamento e outras publicações especializadas fornecem o alicerce para a atualização profissional



Como realizar a reparação de veículos novos, que estejam chegando às oficinas? Há sempre detalhes aos quais o reparador não está acostumado, novidades que precisam ser incorporadas ao processo de trabalho por meio da informação.
Hoje em dia, há muita polêmica sobre a disponibilidade da literatura técnica, principalmente por parte das oficinas independentes. Entretanto, as próprias montadoras têm lamentado o fato de que suas concessionárias não têm utilizado os manuais técnicos de seus automóveis. Desta forma, perdem um tempo precioso na tentativa de descobrir a melhor maneira de repará-los.
Os maiores motivos que afastam os produtivos da literatura técnica são dois:
• Ainda há pouca ênfase na importância de se trabalhar com profissionais atualizados tecnologicamente. Alguns donos de oficinas até evitam mandar os empregados para treinamento, com medo de que, mais capacitados, eles queiram deixar a oficina ou pedir aumento.
• Os empregados não têm o hábito de consultar a literatura técnica. Alguns encontram dificuldades em compreender o que está escrito.

Noção de investimento
Não há mais como ignorar a importância da literatura técnica. Além de precisão, a fácil disponibilidade de dados representa rapidez nos processos de reparação. E temer a capacitação de seus empregados, negando-lhes a oportunidade de uma atualização, significa negligenciar a qualidade da própria oficina, abrindo espaço para a concorrência.
É preciso perceber que adquirir literatura técnica não é gasto, mas investimento. O tempo ganho, com a diminuição do retrabalho e a agilidade de profissionais bem informados, vale cada centavo.
Além disto, atualmente há alternativas de informação técnica com as mais diversas faixas de preço. Tudo depende da opção feita e de quanto se pretende investir. A oficina pode escolher entre manuais de reparação (que podem estar em papel ou CD-Rom), catálogos eletrônicos de peças, jornais e revistas especializados, vídeos de treinamento, entre outras opções.

Organização das publicações
Se a oficina costuma adquirir publicações técnicas, é preciso também que saiba como organizá-las, de forma a facilitar o acesso de seus profissionais. A criação de um cedoc (centro de documentação), ainda que bastante simples, é a solução ideal. No mínimo, separe uma estante apenas para a literatura técnica. E deixe claro, para todos, qual a utilidade do material disponível e como encontrá-lo.

Manual de reparação
É por enfatizar a importância da informação completa e de qualidade que o Centro de Experimentação e Segurança Viária criou seus Manuais de Reparação CESVI BRASIL, trabalho que complementa e simplifica o acesso a informações dos manuais das montadoras. Esta publicação, editada em CD-Rom, reproduz as seqüências de desmontagem e substituição das partes da carroceria. Todos os processos são mostrados em seqüências detalhadas de fotos, que apresentam cada etapa do trabalho e indicam a localização de porcas e regiões que devem ser cortadas. Além disto, os manuais incluem as seguintes informações:
• Ficha técnica completa do veículo.
• Localização das placas de identificação.
• Interpretação do número do chassi (VIN).
• Medidas da carroceria.
• Dimensões dos vãos.
• Elementos mecânicos envolvidos na reparação.
• Características técnicas de pintura.

Seqüências do Baremo
Nestas publicações, as seqüências de desmontagem e substituição representam as recomendações do Baremo, a tabela de tempos de reparação do CESVI. Seguindo as indicações dos manuais, o reparador tem condições de realizar cada operação no tempo apontado pelo Baremo, de forma a obter produtividade em seu cotidiano de trabalho.

Ao alcance de independentes e concessionárias
Com esta opção de manual, as oficinas independentes ganharam acesso a um conteúdo que, em grande parte dos casos, era exclusivo das concessionárias, que recebem informações das montadoras. O material representa uma opção mais prática de adquirir dados técnicos, em que se estudam os processos de desmontagem e substituição numa seqüência lógica e de fácil absorção. É a forma de descomplicar o trabalho dos reparadores.

Optando pela economia
Pelo preço de um reparo de pára-lama e um polimento no veículo, é possível receber esta literatura técnica em sua oficina durante um ano inteiro. Por meio de uma assinatura anual, ao custo de R$ 250 (os manuais também são vendidos avulsos, pelo preço de R$ 50), o centro envia edições bimestrais do material, em CD-Rom. São seis exemplares, sempre priorizando veículos recém-lançados no mercado e sucessos de venda.
Para ter mais informações sobre a assinatura, ligue para o CESVI BRASIL pelo telefone (11) 3941-0699, ramais 240 e 241, ou passe um e-mail para marketing@cesvibrasil.com.b

Veja também

Salão Duas Rodas cresce e apresenta novidades em 2007

Dicas Thomson-car: Poluição sob controle
Técnica
Funcionamento do sistema de visão noturna

Jovens do Oficina Escola já estão trabalhando
Eventos
Equip´Auto 2005 revoluciona
Soldagem
Conheça a soldagem MIG/MAG